BI-CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO P. PALAU

 

Image

Estamos a celebrar o Segundo Centenário do Nascimento do Beato Francisco Palau, carmelita descalço.
Francisco Palau y Quer nasceu a 29 de Dezembro de 1811, em Aytona, Lerida, Espanha. Estudou filosofia e teologia no Seminário de Lérida. Professou na Ordem dos Carmelitas Descalços a 15 de Novembro de 1833. Devido aos perigos políticos produzidos na Espanha, é exilado para a França entre 1840 e 1851. Cerca do Santuário de Nossa Senhora de Livron leva uma vida solitária e recolhida. Regressa A Espanha, em Abril de 1851, e é incardinado na diocese de Barcelona. Funda a "Escola da Virtude" em Novembro do mesmo ano. Extinta a "Escola" é desterrado para Ibiza a 09 de Abril de 1854, onde vive profundamente o mistério da Igreja. Nas Ilhas Baleares fundou a Congregação dos Irmãos e das Irmãs Carmelitas Missionárias. Entre Janeiro e Março de 1872, escreve e publica as Regras e Constituições da Ordem Terceira dos Carmelitas Descalços, impressos em Barcelona. Morreu em Tarragona, a 20 de Março de 1872.
Foi um homem de altura média e constituição robusta. Apreciava o silêncio e a solidão, sem deixar de ser um apóstolo de actividade variada e fecunda. Foi um pregador incansável. Sente a urgência da recristianização do ambiente espanhol e europeu e toma-a como uma obra de evangelização. A correspondência foi um dos canais através dos quais transmitia mais eficazmente o espírito e autenticidade dos membros da família religiosa do Carmel Missionário.
Exerceu também o ministério de exorcista. Foi um grande escritor sobre vários temas da vida da Igreja. As obras mais notáveis são: Luta da alma com Deus, sobre a vida solitária; Catecismo das Virtudes, Mês de Maria, Escola da Virtude; A Igreja de Deus entre outros. Merece especial referência as páginas de natureza autobiográfica reunidos em dois livros: Cartas e Minhas Relações com a Igreja. A sua visão da Igreja e da Virgem Maria como tipo perfeito e acabado da Igreja são de notável profundidade espiritual e mística.
Foi beatificado a 24 de Abril de 1988 e a sua festa litúrgica celebra-se a 7 de Novembro. As congregações da Carmelitas Missionárias e das Carmelitas Missionárias Teresianas são testemunho na Igreja dos nossos dias da fecundidade apostólica deste carmelita descalço.

 

2011-11-07

 
[Voltar às notícias]