XII Capítulo Provincial

 

Image

XII Capítulo Provincial

A Província Portuguesa de Nossa Senhora do Carmo realizou o seu XII Capítulo Provincial entre os dias 22 a 26 de Abril, no Convento de Avessadas, Marco de Canaveses. A cada três anos reúne-se o Capítulo para avaliar toda a vida da Província e projectar novos planos e novas prioridades para um novo triénio, que irá de 2014 a 2017. Também se elege um novo Governo Provincial e novos superiores das comunidades. Durante o triénio que terminou esteve à frente dos destinos da Ordem dos Carmelitas Descalços em Portugal o Pe Joaquim Teixeira. Esta reunião magna dos carmelitas teve como lema a expressão do Salmo 133, «Vede como é bom e agradável viverem os irmãos em harmonia», que titula o documento preparativo de todos os Capítulos Provinciais da Península Ibérica.

Os demais membros da Ordem em Portugal, Carmelitas Seculares (OCDS) e Irmãs Carmelitas Descalças também se fizeram representar no Capítulo. Os Carmelitas Seculares estiveram presentes, através do seu Conselho Nacional, num dia que foram abordados temas que lhes dizem respeito; e as Irmãs Carmelitas estiveram presentes espiritualmente e através de uma carta onde expuseram aos padres capitulares a sua visão do actual momento da Ordem em Portugal, contribuindo com as suas sugestões para que o Capítulo também tivesse em conta a sua sensibilidade.

No dia 22 de Abril de 2014 iniciaram-se os trabalhos neste Santuário de Menino Jesus, em Avessadas, o Capítulo Provincial da Província Portuguesa da Ordem dos Carmelitas Descalços. Este foi um acontecimento de graça, preparado com muita antecedência, para que se pudesse tomar, durante este dias seguintes, as melhores decisões para o triénio 2014-2017, de acordo com as necessidades de todos os que fazem parte desta circunscrição: os Padres Carmelitas Descalços, as Irmãs Carmelitas Descalças, as fraternidades dos Carmelitas Descalços Seculares e outros movimentos associados às comunidades da Ordem.
Naquela manhã, pelas 11h00, reuniram-se os primeiros quinze padres capitulares, provenientes das várias comunidades desta Província: Aveiro, Avessadas, Braga, Fátima, Funchal, Porto e Viana do Castelo, para a Eucaristia Votiva do Espírito Santo – que deu início ao Capítulo Provincial -, sob a presidência do P. Joaquim Teixeira, onde este animou os padres participantes a abrirem-se ao Espírito de Cristo Ressuscitado, para que todas as decisões se tomassem sob a acção d’Ele e segundo a Sua vontade.
Na primeira sessão, com início às 12h00, o P. Joaquim Teixeira evocou os restantes Irmãos e Irmãs da Ordem que não estiveram presentes, confiando os trabalhos capitulares à sua oração. Nesta primeira sessão teve lugar a apresentação do relatório de actividades e de contas do triénio 2011-2014.

Na segunda sessão capitular, que teve lugar ao início daquela tarde, foi reeleito o P. Joaquim Teixeira para o cargo de Superior Provincial. Ele aceitou o desafio e renovou a sua profissão de fé e de fidelidade ao magistério da Igreja.
O P. Joaquim Teixeira tem 49 anos, é natural de Rosém, Marco de Canaveses e frequentou os Seminários da Ordem em Viana do Castelo, Avessadas e Porto. É Mestre em Teologia pela Universidade Católica, na área da antropologia teológica. Desempenhou os mais variados cargos na vida da Província, tendo estado quase sempre ligado à formação dos candidatos a carmelitas descalços, além de trabalhar na animação missionária e na pastoral familiar.

Na manhã do dia 23, o Padre Provincial propôs quatro os nomes para formar o Conselho Provincial, o órgão que governa a Província entre os Capítulos. Os nomes sugeridos foram os Padres Agostinho Leal, Agostinho Castro, João Rego e Noé Martins. Os padres capitulares votaram e confirmaram assim a proposta do Padre Provincial.
Como os Padres Agostinho Castro e Noé Martins não estavam presentes no Capítulo, foram convocados para se apresentarem a fim de tomarem posse e participarem nos restantes trabalhos capitulares. A partir deste momento do número de participantes sobre de 15 para 17.
Assim, o Padre Provincial vai contar com estes quatros irmãos para conduzir os trabalhos do Capítulo e o governo da Província no próximo triénio 2014-2017.
De seguida, deram lugar à leitura das Cartas que o Padre Geral, a Conferência Ibérica de Provinciais e as Irmãs Carmelitas dirigiram ao Capítulo Provincial. Foram acolhidas com muita gratidão e os padres capitulares fizeram a devida reflexão a respeito das mesmas.
De tarde, iniciou-se a reflexão sobre os temas nucleares da vida da Província: formação de comunidades, sua animação, definição de prioridades pastorais nas diferentes áreas: pastoral das nossas comunidades, pastoral vocacional e juvenil, pastoral da espiritualidade, etc.

Dia 24 de Abril, enquanto se assinalavam os 400 anos da Beatificação de Santa Teresa de Jesus, às 11h00, o Capítulo recebeu o Conselho Nacional da Ordem do Carmelo Secular e assim a família de Santa Teresa ficou mais completa. Foi evocada mais uma vez a presença espiritual das nossas Irmãs Carmelitas neste dia tão significativo para toda a família do Carmelo.
Os Carmelitas Seculares são sempre convidados a participar no Capítulo Provincial, nos assuntos que lhes dizem mais respeito. O Conselho Nacional, formado por José Manuel Couto (presidente) e os Conselheiros Alice Montargil, Valentim Azevedo e Gustavo Tato Borges, agradeceram aos padres capitulares o apoio que lhes têm dado como assistentes espirituais e em várias acções de formação e espiritualidade que lhes têm prestado. Lançaram vários desafios ao Capítulo e também se disponibilizaram a colaborar com os padres na obra da evangelização. Juntos apontaram vários caminhos novos a percorrer durante o próximo triénio 2014-2017. Depois do encontro, o Conselho Nacional da OCDS participou na Eucaristia, presidida pelo Padre Provincial e concelebrada pelos demais padres capitulares. Juntos reconheceram as maravilhas que Cristo Ressuscitado vem fazendo na história desta Ordem em Portugal. Seguiu-se o almoço de confraternização.

O Capítulo Provincial prosseguiu, no dia 25, os trabalhos começando a concretizar as Determinações para o próximo triénio 2014-2017, bem como a pensar na formação de comunidades.
Ao fim da manhã teve a alegria de receber o Provincial da Ordem do Carmo (Carmelitas Calçados), Frei Ricardo Rainho, que saudou todos os capitulares e confraternizou com eles durante o almoço.

Ao início da tarde, o Capítulo Provincial deliberou sobre um dos temas da agenda desta reunião magna que era o assunto da reestruturação de Províncias a nível ibérico. A Província Portuguesa que esteve durante o triénio passado envolvida no processo de reflexão, com os provinciais de Espanha, votou no sentido de manter a autonomia da Província Portuguesa.

Durante a tarde, o Capítulo provincial deu continuação aos trabalhos. O objecto de trabalho desta sessão foi a constituição das novas comunidades, que se apresentam de seguida (os primeiros elementos de cada comunidade são os superiores de cada uma):


AVEIRO
P. António Fernando Sá Reis
P. Jeremias Carlos Vechina
P. João de Sousa
P. José Carlos Vechina


AVESSADAS
P. Alpoim Alves Portugal
P. Manuel de Jesus Vaz de Brito
P. João Manuel Teixeira da Costa
P. Marco Paulo Domingues Caldas
P. Daniel Jorge Sachipangue


BRAGA
P. Manuel Fernandes dos Reis
P. Agostinho Gonçalves de Castro
P. Jorge dos Santos Vaz
P. Nuno Pereira


FÁTIMA
P. José Maria Lourenço Francisco
P. Joaquim da Silva Teixeira - Provincial
P. Armindo dos Santos Vaz
P. Alfredo Martins Bento
P. Carlo Dalla Valle
P. Pedro Lourenço Ferreira
P. Victor Hidalgo Lopez


FUNCHAL
P. Rui Fernandes Rodrigues
P. Cecílio Astondoa Gortazar
P. Manuel Dias Vieira Costa
P. Avelino Fernandes Lopes


PORTO
P. Agostinho dos Reis Leal
P. Carlos Manuel Gonçalves
P. Vasco Nuno Tavares da Costa
P. João Ricardo Costa Rego
P. Noé Danilo Martins Aleixo


VIANA (Dependente da Comunidade do Porto)
P. Joaquim da Rocha Maciel
P. António Fernandes Gonçalves
P. Silvino Teixeira Filipe
Fr Domingos Borlido de Melo


Ao fim da manhã de sábado, 26 de Abril, depois de lidas e aprovadas as actas, o Padre Provincial dirigiu as suas últimas palavras ao irmãos e encerraram o XII Capítulo Provincial com o da Salve Regina.

 

2014-04-26

 
[Voltar às notícias]