Encontro europeu de provinciais

 

Image

A Conferência Europeia de Provinciais da Ordem dos Carmelitas Descalços reuniu-se entre os dias 7 a 10 de Novembro, em Linz,
Áustria, para partilharem a vida do Carmelo Descalço na Europa com desafios muito particulares para enfrentar. Ocuparam a agenda de trabalhos temas como o uso das novas tecnologias com as suas potencialidades de evangelização mas também com as suas fragilidades; ajudou nesta reflexão o contributo do Pe Giovanni Gucci, Sj, da Universidade Pontíficia Gregoriana. Depois, os dois definidores gerais representes da área europeia, o Pe Agustí Borrel e o Pe Lukaz Kankz, presentes no encontro, ajudaram a reflectir com os provinciais presentes a realidade da Igreja e da nossa Ordem na Europa. A Ordem continua a ter uma presença notável sonretudo nos campos da espiritualidade, da formação e do estudo sobre a nossa identidade carismática mas sente, como os demais Institutos Religiosos, um decrescimento vocacional que nos obrigado a reagir e criar novas respostas que alimentem a nossa esperança neste velho Continente. A Ordem sente uma grande vitalidade nos demais continentes, sendo das poucas que mantém um crescimento a nível geral, contudo, no nosso Continente sente uma redução acentuada de vocações e a consequente dificuldade em responder a tantas obras que temos em mãos. Os provinciais pensaram sobretudo nas gerações mais jovens e acolheram muito bem algumas propostas do Padre Geral para ajudar os carmelitas mais novos a investir na identidade religiosa e carmelita a fim de poderem responder aos desafios da cultura e da sociedade do nosso tempo. Nesta reunião houve ainda tempo para fazer o ponto da situação sobre o processo de revisão das Constituições dos frades carmelitas, um processo que teve início no Capítulo Geral de 2015 e que se prolonga até ao próximo Capítulo Geral de 2021. Este trabalho de revisão do texto constitucional está a ajudar as comunidades de toda a Ordem a confrontar-se com a necessidade de renovar a própria vida num desejo de maior fidelidade ao espírito de Santa Teresa de Jesus e S. João da Cruz.

 

2016-09-11

 
[Voltar às notícias]