ASSOCIAÇÕES DOS CARMELOS EM ÁVILA

 

A convite do P. Geral, Luis Arostegui, reuniram-se em Ávila, entre os dias 9 a 13 de Fevereiro, as Associações de Carmelitas Descalças da Europa, representadas pela presidente e primeira conselheira.
Foi uma oportunidade única para partilharmos, abrir novos horizontes e tomar conhecimento de como vai a Ordem em 12 países da Europa mais a Terra Santa, ao todo 13 países.
Aguarda-se a publicação das comunicações ali proferidas bem como uma Mensagem Final.
Foram momentos de grande comunhão, onde se enfrentaram, com realismo, os problemas que cada Associação e Federação vive. Assiste-se ao sofrimento em países como a Holanda e também em muitas Federações de França e Espanha, Itália, Inglaterra e outras a braços com o envelhecimento das Irmãs e a falta de vocações. Têm-se feito esforços notáveis e iniciativas muito criativas de forma a dar a todas estas Irmãs, o melhor ambiente possível, para contiuarem a viver dignamente como Carmelitas Descalças.
Em contrapartida, na própria França e na Croácia há também Carmelos florescentes, em que as vocações não faltam, o que é uma esperança para as Carmelitas Descalças da Europa.
Enriquecedora e geradora de comunhão foi também a Eucaristia e a Liturgia das Horas rezadas diariamente em várias línguas (espanhol, italiano, francês e inglês). Foram também muito fortes os momentos "fora das conferências", às refeições, nos corredores, etc.. em que no contacto mais informal, se foram tecendo laços e unindo os corações.
Foi um encontro onde se viveu verdadeiramente o espírito de família que a Santa Madre tanto queria entre os Padres e as Irmãs. Os Carmelitas Seculares também se fizeram presentes momentaneamente para se evidenciar a dimensão alargada de uma só família. Que a oração e a união de corações nos permita sondar os designios de Deus sobre esta Ordem de Maria.
A Associação de Nossa Senhora de Fátima.

 

2009-02-18

 
[Voltar às notícias]